Trabalhar e Estudar: 6 Dicas para se você se programar

Cada vez mais o mercado de trabalho exige mais da gente. Desta forma, as pessoas que precisam trabalhar e estudar para se manter. E assim uma boa qualificação profissional. Descubra com a gente como não se sentir tão desgastado com essa jornada!

Ter que trabalhar e estudar na maioria das vezes é uma situação codependente. Em outras palavras, um precisará do outro para dar certo. Por isso muitos jovens são obrigados a trabalhar e estudar. Pois assim eles podem se refinar profissionalmente. E assim terão dinheiro para pagar a faculdade, curso ou etc.

Contudo essa prática pode sugar bastante suas energias. Onde, você fará uma jornada de mais de 12 horas fora de casa. Além disso você deverá transitar de um lugar para outro. Muitas vezes será necessário pegar transito em horário de pico e transporte publico lotado.

Procure se programar corretamente para essa jornada. Caso contrário poderá se frustar e falhar. Enfim, você deve se certificar de que realmente quer isso, para que assim tenha motivação para terminar.

eu-quero-trabalhar-trabalhar-e-estudar-2

Cuidados necessários antes de começar a Trabalhar e Estudar

Devido a evolução da tecnologia, hoje em dia fica muito mais fácil ter conhecimento das coisas. Contudo, esse fator trás um novo problema, que é a fragmentação de conhecimento. Em outras palavras, é necessário ter total conhecimento de alguma área importante no trabalho.

Assim o mercado acaba exigindo demais dos funcionários. Onde, deverão fazer cursos para que essa capacitação seja confirmada.

Pensando nisso, você deverá se manter no mercado com uma boa qualificação. Para isso será necessário que você tome as seguintes providências:

1. Analise suas finanças

A primeira coisa que você deverá fazer antes de sair se matriculando em cursos é ver sua renda. Você deve ter em mente que esse tipo de investimento é bem caro. Dependendo da universidade, ele chega a consumir todo seu salário.

Por isso é fundamental uma economia para esse investimento pessoal. Assim, antecipadamente, tente juntar um dinheiro, para que ao menos te ajude no começo. Se possível também peça ajuda financeira aos seus pais.

Em alguns casos é possível conseguir bolsas de estudo ou descontos. Contudo, para que isso ocorra na maioria dos casos será necessário fazer uma prova. Dependendo da nota tirada você poderá ou não receber o desconto.

2. Estude sobre instituições de ensino

Antes de sair fazendo matricula por ai. É de extrema importância estudar sobre as instituições de ensino. Desta forma, você irá ter que analisar os horários das aulas, valores dos cursos, distância de unidade e etc.

Lembre-se que é uma jornada exaustiva. Escolha a instituição que mais combine com sua jornada.

3. Não tenha expectativas muito altas

Começar a estudar pode ser bastante entusiasmante. Contudo, você deve tomar muito cuidado com isso. Sabe aquele ditado “Quanto maior o tamanho, maior a queda?” é o mesmo princípio. Lembre-se que é difícil termos certeza absoluta de algo, portanto poderá surgir obstáculos.

Em muitos os casos, pessoas desistem do estudo. Por não gostarem do curso que escolheram. Por conta da instituição e até por conta de professores incapazes. Portanto, lembre-se que nada é mil maravilhas e que esse estudo será definitivamente desgastante.

Por outro lado, você deve lembrar sua motivação por estar lá, e manter-se focado por conta dele. Desta forma você evitará a frustração que poderão surgir e seguirão até o fim com o curso escolhido.

4. Tenha certeza do curso escolhido

São diversos casos de frustração com o curso. Assim, estude bastante antes de escolher o curso. Pense no na área em que você está trabalhando. E o que você precisa desenvolver para realizar suas atividades. Se possível faça um teste vocacional para te ajudar a escolher a carreira ideal.

Contudo, se você deseja mudar de profissão deverá tomar o dobro do cuidado. pois errar pela a segunda vez poderá ser bem desmotivador. Por isso, se entenda. Descubra seus dons e habilidades e escolha o curso que combine com você.

Desistir de um curso que não te satisfez poderá fazer você perder muito tempo e dinheiro. Coisa que você não tem muito no momento.

5. Fonte de renda extra

Caso o curso escolhido ou faculdade sejam muito caros, você deverá tomar cuidado. A maioria dos casos de nome sujo ocorrem por causa de faculdade. Assim, para evitar esse mal é importante que você tenha uma fonte de renda extra!

Sabe aquele colega que vende brigadeiro, bolo de pote e etc. Ele vende coisas na faculdade ou trabalho para ter uma fonte de renda extra. Desta maneira ele evitar ficar sem dinheiro e consegue manter os estudos.

6. Apoio de entes queridos

Esta fase da sua vida será necessário ser um pouco mais egoísta. Assim, você precisará pedir compreensão e até mesmo ajuda. Assim, avise amigos próximo e toda a sua família sobre sua nova jornada.

Desta maneira eles entenderão sua situação e evitarão cobrar muito da sua presença. Trabalhar e estudar tirará muito do seu tempo. Tenha em mente que você perderá muitos eventos. Além disso, se você tiver algum problema financeiro ou pessoal essas poderão te ajudar.

É importante que você os avise, não só para explicar a sua situação. Mas para que eles saibam sua importância e o porque de você ter que dar uma satisfação.

Informe seus superiores sobre sua jornada

Ao decidir fazer uma capacitação profissional. É de extrema importância que você avise seu superior no trabalho. Ao avisar seu superior ele ficará ciente de sua situação. E em dias de provas por exemplo, você poderá ganhar regalias.

Desta maneira o seu superior poderá até mesmo te ajudar a escolher um curso. Além disso, ao avisar você ganhará respeito e empatia. Assim você poderá receber ajuda para facilitar sua rotina.

Add Comment